TEORIA DO CRESCIMENTO DA FIRMA, A -

Código: 79

Autores: Penrose e

Editora: EDITORA UNICAMP

De R$ 66,00 Por R$ 14,00
SINOPSE
 
Publicado pela primeira vez em 1959, na Inglaterra, o clássico A teoria do crescimento da firma, da economista norte-americana Edith Penrose, é finalmente traduzido para o português, tornando-se leitura obrigatória para administradores, economistas e empresários. Ao entender as firmas como conjuntos de recursos humanos dedicados à lucrativa produção de bens e serviços, a autora ressalta a importância do investimento em pesquisas tecnológicas facilitadoras de redução de custos e diversificação de atividades e produtos, por meio das quais se torna possível eliminar obstáculos ao crescimento das empresas. Condição de sobrevivência para as firmas, o crescimento fundamentado em pesquisas tecnológicas tende a ocorrer de forma segura, inserido em áreas de especialização e competência que conformam as bases tecnológicas das produções industriais.Embora relativamente desconhecida no Brasil, Edith Penrose (1914-1996) figura, sem dúvida, entre os principais economistas do século XX. Norte-americana de nascimento, viajou pelo mundo e lecionou nos cinco continentes. Entre os livros que publicou, destacam-se The Economics of the International Patent System (Baltimore: Johns Hopkins Press, 1951), The Large International Firm in Developing Countries: the International Petroleum Industry (Londres: Allen & Unwin, 1968) e The Growth of Firms, Middle East Oil and Other Essays (Londres: Frank Cass, 1971). Mas a sua principal e mais notável contribuição teórica, responsável pela sua fama internacional, deve-se a este livro, publicado pela primeira vez na Inglaterra em 1959, e agora finalmente traduzido para o português.
FICHA TÉCNICA
 
ISBN: 8526807137
Ano da Publicação: 2007
Edição: 1
Formato: 23,00 x 16,00 x 2,50 cm.
Nº Páginas: 400 pp
Peso: 650 g.