ANOTAÇÕES SOBRE PINTURA DO MONGE ABÓBORA-AMARGA, AS

Código: 199

Autores: Ryckmans, P

Editora: EDITORA UNICAMP

De R$ 73,00 Por R$ 36,50
SINOPSE
 
A teoria pictórica chinesa, iniciada em meados do primeiro milênio e adquirindo a sua maturidade na dinastia Song, quando a pintura de paisagem dos letrados se torna hegemônica, tem o que pode ser considerado o seu texto mais importante no tratado do pintor Shitao (1642-1707). Reflexo de uma vida inteira dedicada à pintura, escrito com base nas grandes correntes do pensamento chinês – confucionismo, taoismo e budismo, além da literatura escrita pelos próprios pintores e estetas –, revela-se uma obra filosófica cuja principal preocupação não é a pintura ou os pintores, mas o Ato do Pintor. Mas como compreender pensamentos e reflexões tão distantes de nossa cultura? Por meio de um trabalho minucioso de aproximação, com explicações e comentários detalhados sobre as teorias e as práticas pictóricas chinesas. Foi o que fez o sinólogo belga Pierre Ryckmans ao escrever notas para cada um dos 18 capítulos do texto, tornando sua leitura compreensível aos não iniciados. Poético, situando a criação pictórica no mesmo nível da criação cósmica, o tratado de Shitao nos faz mergulhar na maior tradição de pintura paisagística da história: a pintura de paisagem do antigo Império do Meio. Ryckmans nasceu em 1935, em Bruxelas, além de tradutor de obras chinesas, é ensaísta, historiador, professor universitário e ficcionista. Leia mais sobre o livro no blog da Editora da Unicamp. Veja mais: https://blogeditoradaunicamp.com/2019/04/03/o-tratado-sobre-pintura-de-shitao-o-monge-abobora-amarga/
FICHA TÉCNICA
 
ISBN: 9788526808829
Ano da Publicação: 2010
Edição: 1
Formato: 23,00 x 16,00 x 1,50 cm.
Nº Páginas: 280 pp
Peso: 430 g.