ENSAIOS SOBRE A CRISE URBANA DO BRASIL

Código: 255

Autor: Wilson Cano

Editora: EDITORA UNICAMP

De R$ 71,00 Por R$ 35,50
SINOPSE
 

O Brasil sofreu um problema típico de países que rapidamente se industrializaram após a Crise de 1929: urbanização rápida, intensa e mais concentrada no Sudeste. Isso gerou graves problemas urbanos, como favelização, conurbação e metropolização, sem que o Estado desse conta da correta diagnose e enfrentasse os maus efeitos da especulação urbana e a precária infraestrutura. Os erros de política habitacional durante o regime militar e a intensificação industrial de 1967 a 1980 agravaram a situação, resultando numa urbanização “explosiva e caótica”, e, em diversos casos, seriam os principais responsáveis por vários “desastres naturais” de hoje (enchentes, desmoronamentos etc.). O livro relata que, a partir da “década perdida” de 1980 e do neoliberalismo a partir de 1990, esses problemas se intensificaram: se antes eram localmente solucionáveis, agora atingiram dimensão macrorregional, estadual e até mesmo federal. Expõe, ao final, a urgente necessidade de ruptura com o neoliberalismo e a imediata discussão de um novo projeto nacional de desenvolvimento que possa enfrentar essa difícil situação.

Wilson Cano é economista, concentrando suas pesquisas em desenvolvimento econômico, questão regional e urbana, tendo como preocupação central o Brasil e a América Latina. Publicou, entre outros livros, Ensaios sobre a formação econômica regional no Brasil, pela Editora da Unicamp.


FICHA TÉCNICA
 
ISBN: 9788526809581
Ano da Publicação: 2012
Edição: 1
Formato: 23,00 x 16,00 x 2,00 cm.
Nº Páginas: 376 pp
Peso: 560 g.