REBELIÃO NA AMAZÔNIA - CABANAGEM, RAÇA E CULTURA POPULAR NO NORTE DO BRASIL, 1798 - 1840

Código: 461

Autor: Harris, M.

Editora: EDITORA UNICAMP

De R$ 88,00 Por R$ 44,00
SINOPSE
 
A Amazônia brasileira, no final dos anos 1830, viveu uma das maiores insurreições de camponeses e pobres urbanos do Brasil, conhecida como Cabanagem. De modo único, rebeldes conseguiram controlar câmaras municipais e o governo provincial por mais de um ano. Este livro compara a Cabanagem a outras rebeliões camponeses latino-americanas que lhe foram contemporâneas, e exibe os desafios que ofereceu ao poder centralizado no Brasil. Explorando fontes primárias, afasta-se de outros estudos e revela que os insurgentes não buscavam separação ou mudança revolucionária. Ao contrário, os rebeldes queriam fazer valer sua visão de uma nação recém-independente e colocar um fim à exploração de um poder distante. A Cabanagem é um momento crítico para entender os motivos pelos quais a Amazônia veio a ser percebida como uma terra à margem da história. Mark Harris é antropólogo social. Seus interesses de pesquisa se concentram nos camponeses que vivem ao longo das hidrovias do rio Amazonas e seus afluentes. Sua monografia, Vida na Amazônia, abordava questões da vida social camponesa e sua história na região e além. Sua segunda monografia está materializada na presente obra. Seus interesses mais amplos incluem etnohistória; antropologia ecológica; conhecimento e metodologia das ciências sociais; a prática de ensino e aprendizagem. Em 2004, recebeu o Prêmio Philip Leverhulme.
FICHA TÉCNICA
 
ISBN: 9788526813977
Ano da Publicação: 2018
Edição: 1
Formato: 23,00 x 15,70 x 2,00 cm.
Nº Páginas: 400 pp
Peso: 620 g.